Associação Portuguesa de Harpa

Harpista Beatriz Cortesão integra Orquestra de Jovens da União Europeia

Harpista Beatriz Cortesão integra Orquestra de Jovens da União Europeia

A mealhadense Beatriz Cortesão, de vinte e um anos, é a primeira harpista portuguesa da EUYO (“European Union Youth Orchestra”). No papel de harpista, a jovem irá iniciar, já na digressão de Primavera, o seu percurso na orquestra, que, anualmente, seleciona “de forma rígida” músicos de todos os países europeus.

A OJUE – Orquestra de Jovens da União Europeia – (EUYO em inglês) foi fundada pelo grande maestro Claudio Abbado em 1976, e constitui um dos embaixadores culturais da União Europeia. Esta orquestra seleciona anualmente de forma rígida músicos de toda a UE, mediante provas de acesso, feitas em todos os países (da UE).
Estas provas consistem em executar os excertos obrigatórios do repertório orquestral, escolhidos pela Organização da orquestra, e uma peça de escolha livre. Uma pequena curiosidade, normalmente estas provas duram em torno de 15 minutos, o que faz ainda mais difícil a sua entrada! Não há tempo de “passar os nervos do início”, porque entretanto já passou a prova!

Esta orquestra é internacionamente conhecida, tendo trabalhado com grandes nomes no panorâma musical internacional, a salientar Bernard Haitink e Vasily Petrenko (atuais maestros da orquestra), Vladimir Ashkenazy, Daniel Barenboim, Leonard Bernstein, Herbert von Karajan, Mstislav Rostropovich.

A OJUE dá a oportunidade de tocar nas maiores salas de concerto do mundo, tendo já atuado na Royal Albert Hall em Londres, Carnegie Hall em Nova Iorque e na Musikverein em Viena. De Amsterdão a Abu Dhabi, Moscovo a Mumbai, Seoul a São Paulo, a orquestra tem-se apresentado pelos  5 continentes.

As atividades da orquestra iniciarão em março, com a digressão de primavera, e esta será a sua primeira colaboração com a EUYO.

Enviar comentário